25/11/2017

Cerimônia de entrega dos Títulos de Notório Saber da Cultura Afro-Brasileira aconteceu nesta sexta-feira





O evento fez parte da Programação da Semana Cultural Afro-Brasileira alusiva ao Dia da Consciência Negra, celebrado no último dia 20


 Artistas plásticos, músicos, representantes da cultura popular de Caruaru foram homenageados na noite desta sexta-feira (24) na cerimônia de entrega do Título de Notório Saber da Cultura Afro-Brasileira. O evento aconteceu no Memorial da Cidade de Caruaru, junto com o lançamento da Exposição Mama África – Interfaces do Feminino, do Sagrado e da Ancestralidade, que estará no local durante todo o mês de dezembro. A programação fez parte da Semana Cultural Afro-Brasileira realizada em alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrado na última segunda-feira (20). 

O vice-prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro entregou o título aos 11 homenageados e recebeu, de presente, uma cesta composta por artigos artesanais produzidos por eles, como representação das atividades que desenvolvem. “É importante valorizar a cultura do povo negro, não só na religiosidade, mas também na tradição e no que diz respeito à essa origem que temos na nossa nação brasileira e que faz parte da história de Caruaru”, pontuou o vice-prefeito. 

Foram homenageados com o título: a artista plástica Daniele Guerreiro, o artesão e artista plástico Shivo Araújo, Ivanilda Oliveira (fundadora do Boi Mimoso), a Banda de Pífanos de Carapotós (representada pelo músico e remanescente quilombola Marcos Antônio da Silva), o músico Carlinhos Aril (do projeto social da ONG Condica), o Terreiro Ilè Axé Kiambá (representado por Douglas de Oxum), a empreendedora Dani Santos (da marca AYO), a produtora cultural Bertanara Mota (do Bará Cultural), o professor e militante José Laércio, a artista Chris Mendes (fundadora do Instituto de Cultura Afro-Brasileira Abayomi) e o Youtuber Jeremias Aquino (do Canal A Cor do Axé). 

A programação da Semana Cultural continua na próxima terça-feira (28), com a Roda de Xangô no Terreiro Ilè Asè Ty Airá Ajaosi, a partir das 19h. Essa atividade que aconteceria na última quarta-feira (22) foi adiada para a nova data devido ao luto pela morte da Ekedy Efun Tarcila, do Ilè Asé Maroketu Yemanjá Ogunté, ocorrida na última terça-feira (21) e por outra grande perda recente, que foi a da Egbomy Jucimar de Yemanjá (Mãe Jucy). A Caminhada dos Povos de Terreiros de Caruaru, que aconteceria neste sábado (25), assim como a Festa do Olubajé, que estava prevista acontecer no domingo (26), no Ilè Asé Maroketu Opará Jagum, foram canceladas. 

 A Prefeitura de Caruaru esteve à frente da realização da Semana, através das secretarias de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Saúde, Educação, Políticas para Mulheres, Ordem Pública, Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural e Fundação de Cultura e Turismo. Além do poder público, diversos colaboradores e grupos da sociedade civil organizada estiveram envolvidos, entre eles, Coletivo Afro Brasileiro Bará Àsá, Bará Cultural Produções, AYO, Canal a Cor do Axé, Instituto de Cultura Afro Brasileira Abayomi, FAFICA, FUNDARPE e Coletivo de Terreiros de Caruaru.
 
 
 
Fotos: Arnaldo Felix. 

img_4801.jpg