11/08/2017

Dia do Estudante é celebrado pela SDSDH com Audiência Pública na Câmara de Vereadores





O encontro promovido pela Coordenação de Juventude reuniu estudantes e representantes de entidades  

Nesta sexta (11) é comemorado em todo o país o Dia do Estudante. Para celebrar a data, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH) de Caruaru, através da Coordenadoria da Juventude, realizou uma audiência pública na Câmara de Vereadores com alunos da rede pública e particular do município. 

O evento reuniu mais de 100 estudantes que lotaram as galerias da Casa Jornalista José Carlos Florêncio. O objetivo do encontro foi promover com eles um debate sobre futuras políticas para a juventude. “A partir dessa escuta democrática com os estudantes podemos fazer com que a gestão municipal encontre os caminhos de promover essa política pública para a juventude e a gente possa, cada vez mais, ter efetividade na vida das pessoas”, pontuou o secretário Fernando Silva. 

Além do secretário, estiveram na composição da mesa, os representantes da GRE, Luciana Queiroz, da UESC, Felipe Barros e o coordenador de Juventude do município, Iago Torres. O sociólogo Marcílio Dantas Brandão, mestre e doutor em Sociologia, gestor de Juventude pela Prefeitura do Recife, foi especialmente convidado para compor a mesa e ministrar uma palestra para os estudantes. 

“O movimento de grêmios estudantis em Caruaru foi bastante atuante na década de 90 e eles continuam por aí mostrando a sua força. Este momento de hoje representa uma oportunidade de diálogo que a Prefeitura de Caruaru tem com os estudantes e que eu acho importante para manter a discussão de ações que podem ser feitas para a juventude do município”, declarou Marcílio.

  “A audiência serviu para os estudantes formarem novos conceitos de como se deve fazer para colocar alguma ação adiante. Foi boa para se formar uma opinião com base no que foi apresentado hoje aqui”, declarou o estudante João Florêncio, de 17 anos, que cursa o terceiro ano do Ensino Médio.

 “É importante impor a opinião dos estudantes e dos professores que estiveram presentes na audiência, principalmente no que diz respeito aos direitos democráticos”, se posicionou o estudante Davison Leite, de 17 anos, que cursa o terceiro ano do Ensino Médio.


 Na próxima segunda (14) a programação continua na Casa das Juventudes Urbana com um cine debate, onde serão discutidas as lutas estudantis numa perspectiva histórica. O encontro é também em celebração pelo Dia da Juventude, comemorado neste sábado, 12 de agosto e é aberto a todos os estudantes. Não precisa de inscrição, basta comparecer. O endereço é Rua Maria Celestina de Queirós, nº 109, São Francisco (próximo ao Parque Ecológico).

Fotos: Janaína Pepeu

_dsc0015.jpg